Atendimento: Segunda a Sexta 12h às 18h

TBT Sapucaia – Capítulo4

TBT Sapucaia – Capítulo4

CAPÍTULO IV – SAPUCAIA E OUTROS POVOS

Quinze anos após a fundação da Fazenda Sapucaia, em 1752, chegam os primeiros sessenta casais de açorianos para densificar a ocupar os campos de Viamão, fundando também uma vila que se tornaria conhecida como Porto dos Casais, depois, Porto Alegre, a capital de todos os gaúchos. Dentre eles, alguns se estabelecem em Sapucaia, que naqueles tempos, fazia parte do então chamado “Campos de Viamão”. Exemplos dessas famílias são os Andrade, Silva, Silveira, Mesquita, Rodrigues, Mattos, Fernandes e Machado, que deixaram vasta descendência.

A família Vargas pertence a outra leva, também originária de Açores, da ilha do Faial, mais especificamente. Originalmente José Vargas de Andrade e Jacinta Rosa de Jesus, chegados em 1780, se estabeleceram em Santo Antônio da Patrulha. Uma das filhas do casal, Ana Maria Vargas de Andrade se casou com Manuel Inácio de Abreu, de cuja união é filho João Inácio, o pai de Serafim Pereira de Vargas, que viria a ser um dos maiores fazendeiros de toda a região. Sua fazenda começava na Volta Redonda, no Rio dos sinos e seguia pelo Arroio Sapucaia até o Passo do Nazário e vinha depois pela então chamada Estrada dos Três Portos, fazendo divisa com a Fazenda de Cassiano Silveira. Essa terra mais tarde se tornaria o Município de Esteio. Serafim Pereira de Vargas era Coronel da Guarda Nacional e Chefe do Partido Republicano.

A economia polariza-se entre a criação de gado e agricultura. O cultivo preponderante era a mandioca da qual se fazia a farinha utilizada por toda a população, seguida pela cana, trigo e outras culturas como o linho cânhamo (cannabis sativa ou a vulgar maconha), usada para tecer roupas e fazer as cordoalhas dos navios que cruzavam os mares em busca de riquezas. Os pioneiros nessa época já utilizavam a mão-de-obra escrava, tanto indígena quanto negra.
Esses estancieiros formaram a elite dominante e cada um deles se mantinha graças aos seus agregados, que tanto podiam estar labutando nas lavouras, manejando o gado, quanto lutando com os espanhóis ou tribos indígenas que se aproximassem de seus feudos.

Em 1822, logo após a declaração da independência do Brasil, Dom Pedro e sua mulher dona Leopoldina, enfrentam o acirramento das disputas e as tropas portuguesas acabam por ser expulsas do jovem País que fica sem exército e vulnerável ao ataque dos vizinhos castelhanos, e sob a ameaça do retorno do exército de Portugal surge uma alternativa já cogitada anteriormente. O projeto de atrair imigrantes da terra da Imperatriz tanto para povoar os campos do sul, como para formar um exército. Como havia a proibição de importar ou exportar soldados, a solução foi incluir soldados desempregados após o término da guerra contra Napoleão entre os imigrantes. A primeira leva composta por 39 pessoas chega à Feitoria do Linho Cânhamo em 24 de junho de 1824. Os soldados ficaram no Rio de Janeiro, sendo logo incorporados às forças de Dom Pedro. Os colonos e suas famílias recebem lotes de terras na mata virgem, iniciando pela divisão da Feitoria Real do Linho Cânhamo, que além da agricultura também se dedicava a criação de gado. Com a vinda dos alemães, os escravos são levados para o Rio de Janeiro, embora a sua presença tenha permanecido em outras fazendas. Logo a seguir, algumas famílias alemãs são estabelecidas em terras de Sapucaia. Esse é o caso das famílias Johann, Cassel, Ströher, Barth, Stöll, Thiesen, Becker, Land, Dauth, Kenats, Scharfenberger, EngelGerhardt, Schmidt, Roht, Prass e Scherer, entre outros.

A Colônia Alemã de São Leopoldo prospera e se transforma em vila no ano de 1846. Nessa divisão administrativa, Sapucaia passa a fazer parte do primeiro distrito. Nos primeiros tempos, os descendentes de portugueses dominaram a política e a economia, mas logo os alemães desenvolvem várias atividades econômicas, tornando-se também líderes políticos. Em 1912, O território de Sapucaia é transformado em 7º Distrito de São Leopoldo, estendendo seus limites desde a Vila Batista e Duque até o Arroio Sapucaia, hoje divisa entre Esteio e Canoas. É ainda nesse ano de 1912, o sapucaiense João Pereira de Vargas Firmo é nomeado subintendente de Sapucaia.

Em 1920 o Distrito de Sapucaia ainda contava com todo o seu território e isso incluía a área do atual Município de Esteio, e contava com 880 habitantes segundo o censo realizado nesse ano.

Eni Allgayer
15/04/2021

Anterior NOSSA VACINAÇÃO NÃO FAZ FERIADO!!!

Deixe seu comentário

Conecte-se conosco:

Av. Leônidas de Souza, 1289
Santa Catarina
CEP: 93210-140

Atendimento:

Segunda à Sexta: 12h às 18h

Prefeitura Municipal de Sapucaia do Sul/RS . Todos os Direitos Reservados.

Skip to content